sexta-feira, abril 12, 2024
Publicidadespot_img
HomeE.C VITÓRIAVitória vence por 2 x 0 o Barcelona em Ilhéus e fica...

Vitória vence por 2 x 0 o Barcelona em Ilhéus e fica em vantagem na semifinal

Alerrandro marcou o único gol do jogo, que teve atuação da arbitragem questionada

A disputa por uma vaga na final do Campeonato Baiano 2024 começou neste domingo, 10, para Barcelona e Vitória. O Rubro-Negro levou a melhor e venceu por 2 a 0 a partida de ida da semifinal no Estádio Mário Pessoa, em Ilhéus. Alerrandro e Zé Hugo, no segundo tempo, marcaram os gols do confronto.

O resultado colocou o Vitória em vantagem para o jogo de volta, marcado para às 16h de domingo, 17, no Barradão. O Leão pode até perder por um gol de diferença que garante a vaga na final do estadual após cinco anos sem sequer chegar na segunda fase. Em caso de vitória do Barcelona por dois gols de diferença, a vaga será decidida nos pênaltis.

O jogo

Mesmo jogando longe de Salvador, o Vitória começou a partida com muita intensidade. Com menos de dois minutos, o Rubro-Negro já tinha cobrado dois escanteios, enquanto o Barcelona tinha dificuldades para sair jogando e quebrar as linhas marcação do Leão, que entrou em campo com três volantes.

O Vitória até chegou a abrir o placar, aos 13, com Alerrandro. Mas o árbitro de vídeo viu falta de Dudu em Bruno Ritter na origem do lance e chamou o árbitro de campo para analisar o lance, que decidiu anular o gol rubro-negro. Seis minutos depois, o VAR novamente entrou em ação depois que o árbitro marcou pênalti de Wagner Leonardo em cima de Ramires. A arbitragem entendeu que o jogador do Barça se jogou e anulou a penalidade.

Com mais posse de bola, mas sem conseguir criar oportunidades, o Barcelona cedia espaços para o Vitória atacar nos contra-ataques. A principal chance do Barça na primeira etapa foi aos 31, quando Cesinha foi lançado e, quase sem ângulo, chutou forte, mas Muriel saiu bem e conseguiu fazer a defesa com o corpo. A resposta do Vitória veio aos 39, com Matheusinho. Ele recebeu passe de Alerrandro, driblou o marcador e finalizou forte de pé esquerdo, assustando o goleiro Thiago Passos.

Vitória foi melhor durante os 90 minutos, mas jogo foi bastante truncado|  Foto: Victor Ferreira | EC Vitória
Vitória foi melhor durante os 90 minutos, mas jogo foi bastante truncado
| Foto: Victor Ferreira | EC Vitória

Segundo tempo

Na etapa final, começaram os questionamentos com o árbitro da partida. Logo no início, Dudu fez falta dura e os jogadores do Barcelona pediram cartão amarelo. Seria o segundo para o volante do Vitória que terminaria expulso, mas o árbitro levou na conversa. Aos 8, o juizão voltou a chamar a responsabilidade ao não marcar pênalti para o Leão. Alerrandro recebeu bola na grande área e foi atingido por trás, mas mesmo com a análise de vídeo, o árbitro manteve a decisão de campo.

Na sequência, para não ter dúvidas, o próprio Alerrandro recebeu cruzamento açucarado de PK e só empurrou para as redes, abrindo o placar no Mário Pessoa aos 11 minutos. O Barcelona respondeu dez minutos depois, após cobrança de escanteio em que a bola ficou viva na área e Dionas Bruno tocou para o gol, mas Muriel caiu para fazer a defesa e evitar o empate do Barça.

Aos 29, o meia Tauã, que havia entrado no primeiro tempo no lugar de Hadrian, machucado, fez falta dura em Zeca e recebeu o segundo amarelo, deixando os donos da casa com um jogador a menos. A partir daí, o Vitória passou a administrar o resultado e diminuiu a intensidade. Alguns torcedores pediram a entrada de Daniel Junior e Luan, mas Léo Condé preferiu manter os dois meias no banco de reservas.

No fim, Mateus Gonçalves e Zé Hugo, que foram escolhidos por Condé para entrar na etapa final, definiram o placar e aumentaram a vantagem para o Vitória. Mateus Gonçalves fez jogada individual e deixou Zé Hugo na boa para marcar o segundo gol do Leão e, praticamente, encaminhar a vaga na final.

 

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments